26 de out de 2015

São seus traços morais que definem como as pessoas veem você.


Memória e identidade

Quase todos acreditamos que a forma de pensar e as coisas de que nos lembramos - nossa "experiência de vida" - são uma parte essencial do que nos define como pessoa.
Mas parece que não é assim que olhamos para os outros - e nem tampouco é assim que os outros nos veem.
"Ao contrário do que você possa imaginar - e do que gerações de filósofos e psicólogos têm assumido - a perda de memória em si não faz alguém parecer uma pessoa diferente. Nem a maioria dos outros fatores, como a mudança de personalidade, a perda da cognição de alto nível, a depressão ou a capacidade de realizar as atividades diárias," relata a professora Nina Strohminger, da Universidade de Yale (EUA).
Segundo os resultados dos estudos da equipe de Strohminger, são nossos traços morais que nos definem, formando o núcleo de nossa identidade.

Moralidade e identidade

Para demonstrar a importância da moralidade na definição da identidade, a equipe trabalhou com centenas de pacientes e familiares de pacientes com doenças neurodegenerativas, que tipicamente apresentam as condições citadas pela pesquisadora, como perda de memória, de capacidade cognitiva e de realizar tarefas diárias.
Mas os familiares e amigos apenas relataram que o paciente "não parecia mais a mesma pessoa", ou estava "irreconhecível", quando começava a apresentar variações nos traços morais.
"Isso é interessante porque mostra que alguém pode mudar bastante e ainda parecer basicamente a mesma pessoa. Por outro lado, se as faculdades morais ficam comprometidas, uma pessoa pode ser considerada irreconhecível," disse Strohminger.
Os resultados mostraram que tanto a doença de Alzheimer quanto a demência frontotemporal foram associadas com um maior sentido de perturbação da identidade do que a esclerose lateral amiotrófica, com a demência frontotemporal levando à maior deterioração na identidade.

Daí meus amigos o motivo de estarmos sempre nos observando.
Esse trabalho vem lá do Diário da Saúde, da redação que só tem gente de bem com a vida.


Nicinha

3 comentários:

  1. Muito bem
    Mas tive muita dificuldade em ler, a letra muito pequenina.

    Beijinho de boa noite
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Deus tudo vê e sabe como somos...
    Bjs fraternais

    ResponderExcluir
  3. Olá, Nicinha!

    Belo e reflexivo texto! PARABÉNS!

    Que DEUS abençoe cada vez mais sua vida e sua família!

    Abraços espremidos da sua Cia. De Teatro Atemporal!

    Estaremos sempre, SEMPRE juntos!

    Clemente.

    ResponderExcluir

Feliz por sua visita! espero que tenha gostado e claro seja sempre bem vindo.
Fraterno abraço, desejando felicidades.