13 de ago de 2014

Eu acredito...






Sou quem acredita que tudo vai dar certo, desde que comece primeiro comigo a fazer o que é certo. 

Que acredito que a Paciência e a Perseverança devem andar juntas. 

Que possa ser a ponte de partida para quem se achar melhor do que Eu, então ser humilde o suficiente para atirar a primeira critica e me ensinar como se deve fazer e viver. 

Que o desprezo nada mais é a maior fonte de força para se superar muita coisa, aliás dizem que um pouco de desprezo economiza muito ódio. 
Que os desconhecidos continuem a me pedir e eu possa atende-los, isso já é um sinal de que sou iluminada. 
Que os que me ignoram possam no seu íntimo sentir o quanto se perde ao fechar os olhos para novas oportunidades que a vida lhe mostra de forma simples e amorosa.
 
Que os privilégios possam se estender aos menos favorecidos e assim nos tornarmos uma só família, como verdadeiros irmãos.

Nicinha

4 comentários:

  1. Olá NICINHA,

    ficou marcada neste sua postagem a questão dos privilégios!

    Acho que é exatamente isso do qual, a sociedade brasileira e os relacionamentos interpessoais, mais se ressentem nestas sociedades da pós-modernidade.

    Sou daqueles que não acreditam que a questão da equânime distribuição dos bens materiais e imaterias da sociedade possam ser resolvidos com remendos de cotas ou bolsas,disto ou daquilo.

    Ensinar a pescar é o que deve ser a meta de qualquer ser humano em relação a outro menos favorecido, afinal a esmola perpetua a pobreza e o nosso semelhante precisa é de respeito e não, de doações constrangedoras de bondades explicitas.

    E quanto a sua personalidade Nicinha, nós que acompanhamos seu trabalho e admiramos, sabemos que a sua atenção e generosidade com todos é absolutamente, inequívoca!

    E exatamente, por este seu escopo moral,você Nicinha pode sim,apregoar verdades e exigir mais linearidade na obtenção de todos os melhores valores humanos, pois dá o exemplo.

    Um abração carioca.

    ResponderExcluir
  2. Se queremos que as coisas mudem, deem certo, precisamos em nós iniciar, mudar... Linda mensagem! bjs, chica

    ResponderExcluir
  3. O nosso esforço por nossa reforma íntima é o que nos impulsionará à felicidade verdadeira. E a partir dela, certamente teremos mais facilidade para não nos deixarmos afetar pelas "pequenas" imperfeições dos outros. E vamos, sim, passar a ajudá-los com o os exemplos do dia a dia.

    Um abraço!

    www.lucadantas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Nicinha
    A felicidade, corresponde a estar sempre de bem connosco e o saber administrar essa vertente, com clarividência. Tudo para sempre podermos estar disponíveis para quem merece.
    Beijos!

    ResponderExcluir

Feliz por sua visita! espero que tenha gostado e claro seja sempre bem vindo.
Fraterno abraço, desejando felicidades.