20 de fev de 2013

O que te faz uma pessoa tranquila?


Momento de tranqüilidade!
Que bons pensamentos nos induzem essa sensação ao ponto de até sonharmos acordados.
Muitas vezes quando estamos nos preparando para uma viagem, uma compra que há muito desejávamos e que chegou o momento, quando nos aproximamos da janela ou da varanda e ficamos apenas olhando o céu e toda a sua beleza infinita que o Criador nos proporcionou, ou até mesmo quando é chegado o momento de irmos para o nosso descanso.
É o sentimento intimo da mente em que nossa consciência está relaxada, missão cumprida de mais um dia que vivemos e estamos encerrando com chave de ouro.
Pensaremos e desejaremos que “ a noite seja tranqüila, pois amanhã teremos  outro dia ”.
Mas que tranqüilidade é essa que necessitamos e nem sempre estamos buscando para outros rumos ao ponto que nos direcione a fim de melhorarmos  mais como pessoas justas.
Será que se o meu vizinho não tiver a consideração de fazer o favor e não estacionar no meu portão estarei tranqüila?
E quando chegar de manhã como poderei tirar o meu velho Maréa da garagem? sem ter que sofrer um atraso em meus compromissos e nem ter que ir até a sua casa pedir que por gentileza tire o seu veiculo do meu portão?
Olha só o transtorno que já inicia a preocupação, lá se foi minha tranquilidade.
Pronto já não estou mais tranquila! 
É um efeito que irá me causar irritação logo nas primeiras horas do dia.

Então vamos partir do seguinte ponto e nos perguntar:
  • Será que nas minhas atitudes,  estou tirando a tranqüilidade de outros?
  • Por menor que seja uma atitude, qual o grau atingirá o outro?
  • Será que se fosse comigo, como eu reagiria, que ponto tiraria minha paz pessoal, acabaria com meus sonhos?

Quando pensamos que para nós mesmos não é importante, para outros pode causar danos irreparáveis.

“Portanto, aprenda a encarar as pessoas do ponto de vista do que você pode fazer por elas, inclusive dar tranqüilidade, em vez de o que você pode obter delas”.


Perseverança




10 comentários:

  1. Aprendemos que a vida é muito maior que a inveja das pessoas, buscamos paz e podemos ensinar as pessoas e terem paz.
    Beijo Lisette.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, tudo é uma questão de tempo para que vejam quem somos e claro fica estendido o convite para apreciar de perto se quiser.
      Beijinho

      Excluir
  2. Estarmos bem com nos mesmos,sempre contagiara quem nos rodeia!
    Beijos,
    Nicinha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo, a felicidade interna é o reflexo de nossas ações.

      Excluir
  3. Bom dia, Nicinha!
    Gostei da postagem e achei muito interessante os questionamentos. Se colocarmos em prática a regra de ouro..." fazer aos outros tudo aquilo que gostaríamos que fizessem conosco"... aí sim, teremos mais tranquilidade em todos os aspectos da vida!
    Bjs com carinho,
    Josi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo, infelizmente não acontece assim, na maioria das vezes é fácil atirar uma pedra no outro, mas olhar para as proprias ações é que é dificil, bjs

      Excluir
  4. Olá Nicinha, belíssima postagem, não tenho hábito nem net disponível para entrar a qualquer hora, mas tenho vindo seguido aqui, como já disse, este blog é bem especial, pois trata das coisas 'comuns' da vida e sempre com cuidado e teu belo texto. Tocas num ponto importante da dia a dia, e que se respeitássemos mais, com certeza este mundo seria bem melhor, mas este blog já iniciou esta corrente, a do bem. Agradeço a Deus tua existência e eu ter te encontrado.
    ps. Meu carinho meu respeito meu abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradeço pelas palavras harmoniosas, e é isso mesmo é uma correte de pessoas que sempre que podem são voluntárias no serviço social hospitalar, gostam de trocar ideias, visitam umas as outras e como eu acreditam na proximidades das pessoas; o fator principal é que nos avaliemos primeiro antes de cobrar e que não sejamos covardes de não amparar aquele que nos tem pedido ajuda; não causar desolação na vida do outro é o principal.
      Abraço fraterno e volte sempre.

      Excluir
  5. Um bem-haja pela partilha e simpatia.

    Tudo de bom.

    ResponderExcluir

Feliz por sua visita! espero que tenha gostado e claro seja sempre bem vindo.
Fraterno abraço, desejando felicidades.