16 de set de 2012

Para refletir, e quem sabe você passe a olhar para o seu semelhante de forma diferênte.



Há pouco tempo um palestino virou manchete na imprensa mundial, não por ser protagonista de um dos muitos conflitos que têm abalado as relações e a paz dos povos do Oriente, mas por realizar um gesto nobre. O mecânico Ismael Khatib deu uma verdadeira lição de fraternidade ao doar os órgãos de seu filho Ahmed, morto pelo Exército de Israel, a pacientes, daquele país, necessitados de transplante.
O palestino perdeu o filho, de apenas 12 anos, alvejado por soldados israelenses durante uma operação de busca no campo de refugiados de Jenin. 
Entre os beneficiados pelo gesto de Khatib estavam um bebê de 7 meses e uma mulher de 58 anos; alguns eram judeus, árabes-israelenses e uma garota drusa. 
Conforme reproduziu o jornal Folha de São Paulo, Khatib teria dito: “Eu me sinto bem pensando que os órgãos de meu filho estão ajudando seis israelenses... Eu acredito que o meu filho está agora no coração de todo israelense”.
O fato é que, aquele pai, dolorido pela separação violenta do filho amado, encontrou forças para beneficiar pessoas. Não indagou se pertenciam à sua mesma nação, ao seu povo, à sua família. Não perguntou se eram amigos ou inimigos. Simplesmente doou

Aqui no Brasil, embora as campanhas promovidas e a facilidade que se tem para doar órgãos, ainda é muito grande a fila de espera. A quantidade de brasileiros aguardando por transplante chega a 60 mil, segundo a Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO). 
Para se doar órgãos, basta hoje apenas a manifestação favorável da família. Lembrando que a retirada de órgãos só é iniciada após o diagnóstico de morte encefálica, incluindo o tronco neural que comanda involuntariamente as funções vitais básicas; (maiores informações na página da ABTO: www.abto.org.br).
A doação de órgão não é contrária às leis da natureza, porque beneficia a vida, além disso, é uma oportunidade para que se desenvolvam os conhecimentos científicos, colocando-os a serviço de vários necessitados. 
Os doadores colaboram com a vida. O Espírito se liberta da carne e permite a outros o retorno da visão, a desvinculação de procedimentos morosos e dolorosos. Permite que um pai retorne ao lar, que o profissional retome atividades interrompidas, ou que o jovem volte a tecer sonhos de estudo e produtividade.
Pensemos nisso.

Texto transcrito das seguintes fontes:
Boletim SEI nº 2054 (11/8/2007), do Lar Fabiano de Cristo;
Então meus amigos (as) o blog www.miltonkennedy.blogspot.com.br  do nosso irmão Milton Kennedy, trouxe essa matéria real e séria, que acontece todos os dias em todo o mundo a falta do olhar de um homem enxergar outro homem como a si mesmo.
Perseverança.

4 comentários:

  1. Aqui no Brasil ou em qualquer lugar do mundo, minha amiga, ocorrem sim, alguns desvios de doações. Eu sei, eu vi e eu presenciei. Aquele que tem dinheiro não fica na fila e paga pelo órgão que precisa. Infelizmente é assim.
    Minha amiga, Marli, cabelereira, trabalhadora, doou um dos rins ao seu marido que quase ficou sem ele, pois ia parar em outro que nem na fila estava pois era filho de um milionário da cidade de Jundiaí, e que, por ser o órgão da minha amiga compatível com o do rapaz, foi um corre-corre danado.

    Mas cabe sim, uma reflexão muito grande!
    Depois que eu morrer e se meus órgão serviream para tantos outros os que vivem comigo já sabem que é para se fazer a doação.

    Um grande abraço!!!

    ResponderExcluir
  2. Oi, obrigado pela divulgação do post, e pela presença constante lá no blog.
    Grande abraço, saúde e muita paz interior.

    ResponderExcluir
  3. BOA NOITE DOCE PERSEVERANÇA QUERIDA,
    TE AMO COMO O SER HUMANO QUE AMA O SEU PRÓXIMO QUERIDO, PRINCIPALMENTE COMO VOCE QUE VERDADEIRAMENTE TEM A ALMA TRANSLÚCIDA, BOA E DEDICADA AO BEM. OBIGADO POR FREQUENTARES O MEU BLOG E TRANSMITIRES PALAVRAS TÃO SUAVES E CARINHOSAS QUE FAZEM MINH'ALMA EXULTAR DE ALEGRIA. QUE TUA LUZ ILUMINE O DIA DE MUITAS PESSOAS ASSIM COMO A LUZ DE DEUS ESTÁ A TE ILUMINAR TODOS OS DIAS. VOU FAZER UMA POSTAGEM AGORA PARA APAGAR A IMAGEN DESSA MÃO GATUNA DE QUATRO DEDOS QUE ESTÁ COM SEUS ASSECLAS DILAPIDANDO O BRASIL. FORTE ABRAÇO E UM GRANDE BEIJO DO LEONAM.

    ResponderExcluir
  4. Queridos irmãos e querida Malu, quando temos a oportunidade de fazer algo por alguém não devemos ir contra o que nos é apresentado, sejam eles por palavras ou por ações; por motivos que não cabe a nós tentar descobrir ou ignorar temos a obrigação de obedecer plenamente o que nos foi confiado; nossa consciência depois que temos o aprendizado correto, com certeza ira nos cobrar no futuro o não cumprimento do que era para ser feito; é um prazer diario poder auxiliar qualquer que seja a pessoa que entra na minha vida, não olho se ele ou ela tem religião, profissão, meio social A ou C, pra mim o que importa é distribuir o que veio até a mim gratuitamente e tenho que doar da mesma forma. Muitas vezes não conheço para quem estou com mãos estendidas, mas muitas vezes eu conheço quem me nega estender as mesmas, e sendo assim, sou feliz por não tomar decisões ou me negar de estar sempre aberta para quem estiver disposto sentar ao meu lado.
    Abraço fraternal para todos vocês e que nosso Soberano Senhor Pai Criador do Universo abençoe todos vocês e quem por aqui passar, sem diferença alguma.
    Nicinha

    ResponderExcluir

Feliz por sua visita! espero que tenha gostado e claro seja sempre bem vindo.
Fraterno abraço, desejando felicidades.