12 de jul de 2012

Refletindo para dias melhores. - Cinco Segredos para ter contentamento.

É possível ter contentamento?
Cheguei a uma conclusão de que o contentamento - um sentimento íntimo de satisfação -  não pode ser comprado e nem induzido.
Não é de admirar que pareça difícil alcançá-lo num mundo que incentiva as pessoas a desejar obter bens, alcançar maiores realizações ou ter a vida que outros têm.
Você já se sentiu influenciado por alguma das coisas alistadas abaixo?
* Propagandas o bombardeiam com mensagem de que você só terá satisfação se comprar certo produto.
* A competição no trabalho ou na escola o incentiva a medir seu valor pelo que outros conseguem fazer.
* As pessoas não mostram gratidão pelo que você faz por elas ou fez algum dia.
* Amigos fazem você sentir inveja do que eles têm.
* Você não encontra resposta às perguntas mais importantes sobre a vida.

O contentamento é um segredo para quem nunca realmente fez nada para alcançá-lo.

Segredo Um:
Não se mate para obter o que a mídia lhe encanta os olhos, as vitrines nos encantam, as promoções então nos deixam loucas para agarrar tudo o que pudermos; então estamos descontentes com o que temos porque do contrário não buscariamos nos infiltrar no que os olhos  se encantam.
O dinheiro seduz, e podemos facilmente passar a amá-lo; e quem ama a riqueza nunca terá contentamento, principalmente o mental.
Se criarmos o hábito de dar nosso tempo e recursos a outros, as pessoas farão o mesmo por nós.
Os que se empenham em obter dinheiro e bens causam a si mesmos dor e sofrimento.
Por outro lado o verdadeiro contentamento vem de amar e ser amado.
Avaliar a possibilidade de simplificar seu estilo de vida, seria reduzir a quantidade de dores de cabeça que você tem para manter os bens que já possui e evitar de adquirir outros que as vezes nem há necessidade de te-los.
Um conselho biblico para nós é o que diz 1 Timóteo 6:10 "O amor ao dinheiro é a raiz de toda sorte de coisas prejudiciais."

Segredo Dois
Tendência de se comparar ou invejar outros, somos imperfeitos e temos um grande desejo de sempre sermos diferente e melhores.
 Talvez tenhamos a tendência de nos comparar com outros - às vezes com quem tem menos que nós, muitas vezes com quem é mais forte, saudável,, rico ou talentoso do que nós.
De qualquer forma isso não é bom.
Nós erroneamente presumimos que o valor de uma pessoa é medido pelo que ela tem ou pelo que ela é capaz de fazer.
É possível que também provoquemos sentimentos de inveja e um espírito de competição.
Então tentar ver a si mesmo como Deus o vê.
Permita que o ponto de vista dele influencie seu senso de valor próprio; não por compará-lo com outras pessoas, mas por ler o seu coração e examinar seus pensamentos, sentimentos e intenções..
Se você medir seu valor por se comparar com outros, acabará ficando Orgulhoso (a), ou sempre Descontente.
Portanto aceite modestamente o fato de que você nem sempre será o melhor em tudo o que fizer ou o que tiver em seu poder.
Um conselho biblico para nós é o que diz Gálatas: 6:4 "Cada um examine os próprios atos, e então poderá orgulhar-se de si mesmo, sem se comparar com ninguém."

Segredo Três
Estamos rodeados de pessoas orgulhosas e ingratas, e isso pode nos levar a agir como elas.
Além disso, talvez nos sintamos obrigados a acrescentar cada vez mais atividades à nossa vida já corrida. Podemos ficar tão preocupados com nossos problemas ou correndo atrás de nossos interesses que não encontramos tempo para dar valor ao que já temos ou mostrar gratidão pelo que os outros fazem por nós.
Muitas vezes no sentimos sobrecarregados com nossos problemas, meditar sobre esses problemas é importante e necessário, assim poderemos encontrar um contentamento na esperança de resolve-los.
Algumas pessoas só reconhecem o valor da familia, dos amigos ou de outras bençãos depois que os perdem.
Evitar essa triste consequência é começar a colocar medida na suas ações, por exemplo costumamos listar o que precisamos fazer ou resolver, o que acha de listar o que tem te acontecido de bom?
Visto que no fim das contas "toda boa dádiva" vem de Deus, é apropriado expressar nossa gratidão a ele em oração sincera, por tudo de bom mesmo que pouco que tenhamos recebido, mas sermos gratos.
Um conselho biblico para nós é o que diz 1 Tessalonicenses 5:18 "Dai graças em conexão com tudo."

Segredo Quarto
Amizades, no decorrer de nossa vida quantas pessoas nós conhecemos? quais delas de nossa infância até agora na fase adulta ainda temos contato?
Nossos amigos tanto podem aumentar como diminuir nosso contentamento; suas atitudes e conversas com certeza afetam nosso modo de encarar a vida.
Muitas pessoas são resmungadoras, queixosas de sua sorte na vida.
Não é fácil manter o contentamento na companhia de amigos que nunca estão satisfeitos com nada.
Analise as conversas com seus amigos, será que eles vivem se gabando do que tem ou estão sempre reclamando do que não tem?
E que tipo de amigo você é para eles?
Talvez não faria nenhum tipo de sacrificio por você, é raro nos dias de hoje, alguém que ofereça por exemplo dinheiro sem ter algum interesse por trás de tamanha gentileza para lhe auxiliar em um momento de dificuldade.
Não é questão de ser orgulhoso, mas manter-se afastado de pessoas de comportamento duvidoso, é o melhor ato para com você mesmo, pode acabar se deixando levar por atos que jamais poderá contornar a situação.
Nossos irmãos na fé são as melhores companhias que temos, não é atoa que os chamamos de "irmãos".
Um conselho biblico para nós é oque diz Provérbios 13:20 "Quem anda com pessoas sábias tornar-seá sábio."

Segredo Quinto
Satisfaça sua necessidade espiritual.
Existem milhares de religiões, e muitas delas ensinam maneiras conflitantes de satisfazer nossa necessidade espiritual.
Como você pode saber qual  delas ensina a verdade e realmente agrada a Deus?
Tenho observado e refletido sobre como as pessoas vem a religião, e num resumido elas afirmam que a crença em Deus e a devoção a ele são ilógicas, até mesmo prejudiciais.
Devido a crise mundial de violência, doenças...as pessoas acabam dando atenção para aquilo que elas querem ouvir e não o que realmente poderia agradar a Deus.
Colocam sua forma de pensar como correta e ignoram o que realmente a Bíblia nos orienta.
No meu ponto de vista a Bíblia é o verdadeiro e apropriado guia de vida, esse maravilhoso livro, está mais atualizado do que se possa imaginar; seus escritores são de grande credibilidade tão certa que muitos já foram feitos filmes ou seriados.
Milhões de pessoas de todas formações já se beneficiaram de aprender na Bíblia o que Deus requer de nós; por um outro lado esse beneficio somente aconteceu porque essas pessoas colocaram na prática os seus conselhos e exortações .
O que adianta você ir até uma igreja, rezar, cantar e ter lá em casa seus santinhos, mas não ter espirito de irmandade, não respeitar seu vizinho, tão somente porque ele está desempregado e você tem receio que ele venha te pedir algo emprestado ou uma ajuda talvez?
Ao colocar em prática o que aprende, seu espirito torna-se edificado, sua devoção para o que é correto aos poucos irá sendo beneficiado de uma imensa força de vontade e contentamento incrível.
Não existe satisfação espiritual, paz de espirito ou paz mental se achar melhor assim chamar, se não ter em suas ações: 1- respeito pelo seu semelhante
                  2- compartilhar o que aprende sobre o que Deus requer de nós
                  3- desviar-se do que é prejudicial
                  4- ter em sua mente e coração que o Verdadeiro Amor Não Busca Os Próprios Interesses

Perseverança 




2 comentários:

  1. O contentamento está na simplicidade e na vontade de se ser feliz!
    Beijinhos,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, precisa querer e fazer valer principalmente no intimo (coração) apenas nas aparencias é um prejuizo espiritual sem evolução alguma, é a morte eterna.
      Grande beijo

      Excluir

Feliz por sua visita! espero que tenha gostado e claro seja sempre bem vindo.
Fraterno abraço, desejando felicidades.