24 de jun de 2012

Nossos tempos modernos...


 Nós bebemos demais, fumamos demais, gastamos sem critérios, dirigimos rápido demais, ficamos acordados até muito mais tarde, acordamos muito cansados, lemos muito pouco, assistimos TV demais e rezamos raramente. 
Multiplicamos nossos bens, mas reduzimos nossos valores. 
 Nós falamos demais, amamos raramente, odiamos freqüentemente. 
Aprendemos a sobreviver, mas não a viver; adicionamos anos à nossa vida e não vida aos nossos anos. Fomos e voltamos à Lua, mas temos dificuldade em cruzar a rua e encontrar um novo vizinho. Conquistamos o espaço, mas não o nosso próprio. 
 Fizemos muitas coisas maiores, mas pouquíssimas melhores. 
Limpamos o ar, mas poluímos a alma; dominamos o átomo, mas não nosso preconceito; escrevemos mais, mas aprendemos menos; planejamos mais, mas realizamos menos. 
 Aprendemos a nos apressar e não, a esperar. 
Construímos mais computadores para armazenar mais informação, produzir mais cópias do que nunca, mas nos comunicamos menos. 
Estamos na era do 'fast-food' e da digestão lenta; do homem grande de caráter pequeno; lucros acentuados e relações vazias. 
Essa é a era de dois empregos, vários divórcios, casas chiques e lares despedaçados. 
Essa é a era das viagens rápidas, fraldas e moral descartáveis, das 'rapidinhas', dos cérebros ocos e das pílulas 'mágicas'. 
Um momento de muita coisa na vitrine e muito pouco na despensa. 
Uma era que leva essa carta a você, e uma era que te permite dividir essa reflexão ou simplesmente clicar 'delete'. 
Lembre-se de passar tempo com as pessoas que ama, pois elas não estarão por aqui para sempre. 
Lembre-se dar um abraço carinhoso num amigo, pois não lhe custa um centavo sequer. 
Lembre-se de dizer 'eu te amo' à sua companheira (o) e às pessoas que ama, mas, em primeiro lugar, ame... Ame muito. 
Um beijo e um abraço curam a dor, quando vêm de lá de dentro. 
O segredo da vida não é ter tudo que você quer, mas AMAR tudo que você tem! 
Por isso, valorize o que você tem e as pessoas que estão ao seu lado. 
 Fé e equilibrio em todas as direções! 

 George Carlin

Por e-mail nosso amigo Rey

17 comentários:

  1. Obrigada pela visitinha doce, no Sonhos! Amo seu jeitinho de comunicar, repassar ternura nas palavras!
    Tenha uma semana especial, amiga!
    Bjs,
    Josi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você que é uma ternura de pessoa; pode ter certeza de uma coisa, não trataria com pedras nenhum ser humano imperfeito como eu,pior do que eu ou melhor do que eu; sabe porque?
      Isso não combina comigo, bjs

      Excluir
  2. Olá!
    Nós fizemos demais um pouco de tudo e muitas vezes esse demais nos atrapalha.
    Grande abraço
    se cuida

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo no exagero não nos faz bem, agradeço pelo carinho e claro que estamos nos cuidando sim, seus conselhos é uma ordem para nós.
      Bjs

      Excluir
  3. Pura verdade amar tudo e agradecer, beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  4. QUE TEXTO!uma maravilha,menina.Obrigada por compartilhar.
    Ah! você não precisa autorização...rs...você manda!
    beijos e muita paz.

    ResponderExcluir
  5. PERSEVERÂNÇA,

    gostei realmente do texto que você selecionou para publicar.

    Mas, permita Nicinha, que eu diga qua a foto que você colocou é excepcional.

    Veja que força tem a natureza!

    Saída de uma parede de cimento, esta plantinha deixa-se mostrar para espanto e admiração de todos.

    E quem a fotografou tinha a mesma senibilidade daquele mestre oriental, cuja historinha narro a seguir:

    Um americano foi para o interior da India, aprender filosofia de vida, com o mais renomado mestre.

    Por lá ficou muitos anos com aquele mestre que, jamais tinha saido do interior da India , onde morava, e por esta razão, o americano ao concluir o seu curso de aprendizado de vida, o convidou para conhecer Nova York.

    Lá chegando o americano deitava falação apresentando-lhe as grandes cosntruções,os grandes bancos, imensas ruas e avenidas contando detalhes de todas as suas contruções, apontando e dizendo as marcas de todos os belos carros que passavam.

    De repente, o mestre caminhando por uma avenida barulhenta e cheia de pessoas, com o americano, e em meio aquela balburdia urbana, fica atentamente voltado para um bueiro de águas pluviais e aproximando o ouvido, o mais possível.

    Surpreso o americano pergunta o que tinha acontecido e o mestre lhe pede:

    -Silêncio, estou ouvindo o cantar de um grilo aqui dentro deste ralo!!!

    E o americano, viu então que a sensibilidade de vida que o mestre havia lhe ensindo durante tanto tempo, agora se materializava completamente, naquele mravilhoso exemplo de rara percepção humanista dos fatos.

    Quem fotografou esta plantinha, é também um
    mestre!

    Um abração carioca.

    ResponderExcluir
  6. Há uma reordenação das nossas prioridades a ser reformulada com urgência!
    Beijos,

    ResponderExcluir
  7. Muito bonito o seu texto
    Desejamos uma linda tarde e tudo de melhor
    Um grande abraço de
    Verena e Bichinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O texto não é de minha autoria, mas sou autorizada a reproduzi-lo na íntegra, e assim vamos espalahndo bons motivos para que todos possam refletir suas ações e quem sabe ter uma vida mais decente.
      Grande abraço para vocês e muito obrigada pelo carinho.

      Excluir
  8. É prazeroso ler e guardar essas verdades para que possamos acessar nosso complexo banco de dados (cérebro) sempre que precisarmos colocar em prática a sabedoria adquirida.
    Abraço.
    Oliveira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabedoria adquirida e colocada em prática é o que nosso Mestre Jesus orientou no livro de Mateus.
      Grande abraço meu amigo.

      Excluir
  9. Reflexão, reflexão, reflexão.
    Vivendo aprendendo.

    Tudo de bom.

    Bem-haja.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Refletir antes de falar/escrever, faz com que não se escreva bobagens e não se fale tagarelice, meu amigo.
      Grande beijo.

      Excluir
  10. Respostas
    1. Já estive por lá e gostei muito, grande beijo e volte sempre.

      Excluir

Feliz por sua visita! espero que tenha gostado e claro seja sempre bem vindo.
Fraterno abraço, desejando felicidades.