4 de mai de 2012

Saberia fazer sozinha a sua felicidade?



Na verdade não precisamos grudar em ninguém para ser amados, percebidos, incluídos. Precisamos sim ser exatamente quem somos e, dar ao outro, liberdade para ficar ou partir, ser quem é.
Isso parece mesmo impossível quando estamos apaixonados. Quando precisamos do outro "para respirar"... A questão é, ninguém aguenta tanto foco. Ninguém aguenta tanto controle. Ninguém aguenta um outro grudado.
Além disso, de fato, não precisamos do outro para RESPIRAR, nem para ANDAR, nem para VIVER, não precisamos. E, quando deixamos de lado a dependência para viver, na relação, a interdependência de dois que se escolhem, tudo soa diferente. A relação fica leve, possível, desejada, plena de amor.


A melhor descrição que já encontrei é a frase de Leonardo da Vinci:


"... Para estar junto não é preciso estar perto, e sim do lado de dentro."


É essa a mágica. Precisamos estar no coração do outro. Precisamos dar a este, nosso coração, em troca. E isso não quer dizer, em absoluto, grudar, depender, controlar.
Posto isso, fica aqui o convite para a semana. Amar demanda relaxamento e liberdade. Demanda também renuncia e compromisso. Uma vez estabelecidas as regras, a partir do diálogo saudável e íntegro, é só seguir em frente.


Ponto de vista: Sandra Maia é escritora. respeitada no meio psicológico, premiada com páginas que realmente elevam a vontade das pessoas de continuarem e nunca de se largarem na espera do "quem sabe amanhã".

Detalhe pessoal é minha amiga.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Feliz por sua visita! espero que tenha gostado e claro seja sempre bem vindo.
Fraterno abraço, desejando felicidades.