26 de mai de 2012

Horário das refeições é tão importante quanto o que você come



Comer em horários demarcados
Quando se trata de engordar, quando você come pode ser pelo menos tão importante quanto o que você come.
Um estudo com animais de laboratório mostrou que aqueles cuja alimentação ficou circunscrita a um período de oito horas por dia comem tanto quanto aqueles que podem comer o tempo todo.
A diferença é que, no primeiro caso, os animais mostraram-se protegidos contra a obesidade e outros males metabólicos.
Todos os grupos de animais foram submetidos a uma dieta rica em gordura.
Ciclos metabólicos
A descoberta sugere que as consequências de uma dieta ruim para a saúde podem resultar em parte de uma incompatibilidade entre os relógios do nosso corpo e nossos horários alimentares.
"Cada órgão tem um relógio," disse o principal autor do estudo, Satchidananda Panda, do Instituto Salk para Estudos Biológicos (EUA).
Isso significa que há momentos em que nossos fígados, intestinos, músculos e outros órgãos vão trabalhar com a máxima eficiência, e outros momentos nos quais eles estão, por assim dizer, mais ou menos dormindo.
Esses ciclos metabólicos são críticos para os processos de quebra do colesterol para a produção de glicose. E eles devem ser preparados para ligar quando nós comemos e desligar quando não comemos, ou vice-versa.
Quando se come frequentemente durante todo o dia e a noite, esses ciclos metabólicos normais podem entrar em descompasso.
"Quando comemos aleatoriamente, os genes não estão completamente ligados ou desligados," disse Panda.
Controlar o horário das refeições
O princípio é o mesmo de dormir e ficar acordado. Se não dormimos bem à noite, não ficamos completamente acordados durante o dia, e, por consequência, trabalhamos de forma menos eficiente.
"O foco tem sido o que as pessoas comem," disse Panda. "Nós não recolhemos dados sobre quando as pessoas comem."
As descobertas sugerem controlar o horário das refeições pode ser uma mudança de estilo de vida capaz de ajudar as pessoas a controlarem o próprio peso.
Fonte Diário da Saúde

Um comentário:

  1. Muito interessante!
    Adorei!!
    Pena que não foi listado os melhores horários para se alimentar etc.

    Bjos querida

    ResponderExcluir

Feliz por sua visita! espero que tenha gostado e claro seja sempre bem vindo.
Fraterno abraço, desejando felicidades.