26 de jan de 2012

Sacolinhas plásticas, a nossa vida sem elas como será?


O dia 25 de janeiro - que marca o aniversário da cidade de São Paulo - foi estabelecido por meio de um Termo de Cooperação assinado com o Governo do Estado de São Paulo em maio de 2011.
Desde então, representantes da Apas tem percorrido o Estado para angariar o apoio de prefeitos e autoridades locais.
No dia 15 de dezembro, a Apas recebeu o apoio formal da prefeitura de São Paulo e, no mesmo dia, foi confirmada a adesão das três grandes redes - Grupo Pão de Açúcar, Carrefour e Walmart -, contribuindo para que mais de 1,7 bilhão de sacolas descartáveis deixem de ser distribuídas em suas 600 lojas no Estado de São Paulo.
A rede Sonda de supermercados, com 24 lojas na grande São Paulo, também aderiu ao termo. No total, os supermercadistas associados à Apas somam 2.600 lojas em todo o Estado. Como alternativa aos clientes, os supermercados irão oferecer, a preço de custo, sacolas biodegradáveis compostáveis e sacolas reutilizáveis, além de incentivar outras formas de transporte.
Os supermercados respondem pelo abastecimento de 85% da população brasileira e constituem um palco privilegiado para fomentar o debate em torno do consumo consciente e da preservação ambiental.

PONTO DE VISTA: Então é de nossa obrigação como cidadãos cooperar, afinal também seremos afetados. Vamos acompanhar os noticiários, começou a valer desde ontem, mas sempre tem um local ou pessoa desinformada ou não está nem ai com o planeta.

3 comentários:

  1. NÓS SABEMOS QUE SOMENTE OS GRANDES HIPER-MERCADOS SOZINHOS NÃO VÃO ATINGIR A META, TEM O MERCADINHO DO BAIRRO, O FEIRANTE, O CAMELÔ...QUE USAM SACOLINHAS...E ASSIM POR DIANTE.
    ABRAÇOS,
    ARTHUR

    ResponderExcluir
  2. Amiga, aqui em Belo Horizonte, já não temos as sacolas a muito tempo, mesmo assim te digo que é difícil acostumar, quem não tem carro, tem que levar as compras em caixas de papelão que os supermercados estão deixando disponíveis, ou se compra por 25 centavos as recicláveis, ou a de tecido por em torno de 3 a 5 reais.
    Imagina um assalariado, fazendo a compra do mês? Tendo que pagar pelas sacolinhas, quanto não teria que gastar?
    Aqui tudo foi atingido, ate´as lojinhas de menor porte.
    As sacolinhas vendidas por aqui, são tão fracas quanto as antigas, quem vê, nem parece que é reciclável....
    Abraços

    Andreia

    ResponderExcluir
  3. Este é um problema que nos afecta a todos e que é urgente resolver!

    ResponderExcluir

Feliz por sua visita! espero que tenha gostado e claro seja sempre bem vindo.
Fraterno abraço, desejando felicidades.