31 de jul de 2011

Revestindo-se para dias melhores.Poderia ser Você ou Eu, pessoas do nosso Lar, amigos, parentes...


Essa semana com o falecimento da cantora Amy Winehouse, muitos jovens provavelmente ficaram frustrados.
Uma morte já previamente anunciada para qualquer momento, devido o seu estilo de vida, Amy foi favorecida com tudo o que esses mesmos jovens tem em seus desejos: dinheiro, amigos interessantes, uma voz diferenciada, sucesso e influenciavel em marcas de consumo; não posso esquecer o vicio do momento no mundo inteiro: AS DROGAS E O ÁLCOOL.
Então como que nós adultos mais vividos podemos conviver e orientar nossos jovens?
A palestra desse fim de semana abordou esse tema: DEVO ESCONDER MEU PESAR ? COMO AGIR SE UM JOVEM ENCONTRA-SE DEPRIMIDO.
Então um belo dia você está com problemas e não quer dividir esse seu problema com ninguém, como resolve-lo? como se comportar?
Situação realmente muito difícil. Pense que você também já teve a idade dele, sonhos e decepções.
Mas seu filho ou o jovem a considerar precisa de ajuda?
Não espere ele entrar em desespero, achegue-se primeiro, você ao perceber que ele tem algo que não está normal, isso já é a prova de que você foi escolhido ou destinado para ajudar, amparar esse jovem.
Então minha a minha consideração é a seguinte: você pode ajudar sem desconsiderar a sua própria dor e ou sem afetar a fé desse jovem.
Incentivar a ele não esconder seu sentimento. A maioria das lições mais valiosas que seu filho ou o jovem, aprendeu na vida foi observar você. Superar o problema não será diferente .
Assim, não pense que ser forte significa fingir que não está sofrendo.
Isso só incentivaria a fazer o mesmo.
Mas, se você expressa sua dor emocional, ele aprende que expressar os sentimentos é melhor do que escondê-los e que é normal se sentir triste, frustrado ou até sentir raiva.
Sem pressioná-lo, incentive-o a abrir o coração.
Se parece que ele não está disposto a fazer isso, seria uma boa ideia ler o evangelho juntos, peça indicação de algum escritor da Bíblia de ambos, conversar sobre alguma matéria escolar que esteja com dificuldade. Falar das boas lembranças que vocês tiveram anos passados ou algum fato que poderá ajudar a entrar no assunto em que o está deixando aflito, isso fará com que o jovem se sinta mais a vontade, com confiança em abrir o seu assunto.
Admita também e seja sincero que também está sendo muito dificil para você estar tocando em um assunto pessoal dele.
Reconhecer as limitações do outro é essencial.
É compreensível que você queira ser de grande apoio nesse momento, mas lembre-se de que você sofrerá mais ainda se não tentar participar, o que acontecerá? com o passar dos dias sua força mental, espiritual e emocional também sofrerá e diminuir com o tempo.
Não presuma que a depressão simplesmente vai passar. E, se parecer que ela realmente passou, não pense que o problema está resolvido. Pelo contrário, essa fase pode ser a mais perigosa.
Se você se sentir assim, sem condições para ajudar, busque então orientação espiritual ao fazer suas orações, pedir ajuda é sinal de madureza e humildade de reconhecer que também precisa se fortalecer.
Estamos vivendo em tempos difíceis, e ter condições práticas para o dia a dia é apenas suportável quando estamos vivendo em plena fé ativa, levando em consideração o que aprendemos.
" A sabedoria está com os modestos. ", para você ler em sua Bíblia, Provérbios cap. 11 vers 2

Perseverança.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Feliz por sua visita! espero que tenha gostado e claro seja sempre bem vindo.
Fraterno abraço, desejando felicidades.