10 de jun de 2011

Bactérias perigosas são encontradas em celulares .

A conclusão está em um estudo publicado na edição de Junho da revista médica American Journal of Infection Control.
Os telefones celulares utilizados pelos pacientes e seus visitantes em hospitais têm duas vezes mais probabilidade de conter bactérias potencialmente perigosas do que os celulares de médicos e enfermeiros.
Foram encontrados índices alarmantes de bactérias multi-resistentes a antibióticos, tipicamente encontradas em ambientes hospitalares.
Os pesquisadores descobriram que 39,6% dos telefones do grupo de pacientes estavam infectados com bactérias danosas à saúde, contra 20,6% dos telefones dos profissionais de saúde.
Além disso, sete telefones celulares de pacientes tinham bactérias resistentes a múltiplos antibióticos, como a Staphylococcus aureus, resistente à meticilina, e microorganismos gram-negativos resistentes.

Infecção em celulares

"Os tipos de bactérias que foram encontradas nos celulares dos pacientes e seus padrões de resistência são muito preocupantes," afirmam os autores. "Alguns pesquisadores haviam relatado que os celulares do pessoal médico poderiam ser uma fonte potencial de patógenos no ambiente hospitalar.
"Nossos resultados sugerem que os telefones celulares dos pacientes, acompanhantes e visitantes representam maior risco para a colonização de patógenos nosocomiais do que os celulares dos profissionais de saúde. Medidas específicas de controle de infecções podem ser necessárias para lidar com esta ameaça."


Fonte: Diário da Saúde


A dica é: diariamente passe um pano com alcool em seu aparelho, evite deixá-lo exposto em móveis e se terceiros usarem, limpe antes de usá-lo.

E para não perder o costume, vale a pena lembrar, lave sempre as mãos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Feliz por sua visita! espero que tenha gostado e claro seja sempre bem vindo.
Fraterno abraço, desejando felicidades.