26 de mai de 2010

Dia 26 de maio é o Dia Nacional do Combate ao Glaucoma.

É Lei,
A Lei Federal n° 10.456, de 13 de maio de 2002, institui o dia 26 de maio como o Dia Nacional do Combate ao Glaucoma.
Especialistas chamam a patologia de doença silenciosa, pois na maioria das vezes os sintomas não são percebidos, fazendo com que as pessoas percam a visão lentamente. O tratamento convencional, feito através de colírios especiais, tem um custo alto e é de difícil adesão. Isso porque o uso do medicamento é preventivo e requer uma terapia de longo prazo.

O glaucoma é uma alteração em que a pressão do líquido que preenche o globo ocular é aumentada de forma anormal acima do que o olho pode tolerar. Quando a pressão intra-ocular é maior do que o normal, eleva consideravelmente o risco de danos à visão. No olho normal, o líquido interno é produzido no corpo ciliar e drenado para fora a uma taxa constante e balanceada. A relação entre a taxa de formação e drenagem do líquido determina a pressão intra-ocular que, quando aumentada, compromete os vasos sangüíneos que nutrem as estruturas visuais do fundo do olho. Na falta de irrigação sangüínea adequada, as células do nervo óptico entram, inicialmente, em sofrimento e, se o problema persistir, as células podem morrer, provocando a perda da visão.

Dos mais de 30 tipos de glaucomas documentados, o mais comum é o glaucoma crônico simples, que atinge de 2% a 4% da população acima dos 40 anos. Estudos mostram que a população negra está mais suscetível a desenvolver a doença. A doença tem um forte caráter hereditário. Ele explica que a proposta do Dia Nacional de Combate ao Glaucoma é encorajar a população e aqueles que fazem parte de grupos de risco a realizar os exames preventivos. Esses grupos são principalmente os altos míopes, diabéticos, pacientes que tiveram trauma ocular, os que têm histórico da doença na família e os com mais de 40 anos de idade.

Meu recadinho para o Ministro da Saúde: doenças como o glaucoma, os colírios são de alto custo, frasco com 2,5 ml chegam a custar até 120,00 e o pior é restrito a um único laboratório. Temos alguns centros de atendimento, com medicamentos de entrega popular porém não são todos os medicamentos que fazem parte da lista popular, e ai Sr. Ministro?

Não gostou do que falei, não tem problema, com o tempo você também acostuma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Feliz por sua visita! espero que tenha gostado e claro seja sempre bem vindo.
Fraterno abraço, desejando felicidades.