1 de dez de 2009

DIA MUNDIAL DE COMBATE A AIDS


1º DE DEZEMBRO DIA MUNDIAL DE COMBATE A AIDS
Dia 1º de dezembro, uma data muito importante é o dia mundial de combate a AIDS, esta doença terrível que tem matado milhares de pessoas ao redor do mundo, e que depende de mim e você fazer algo para o seu controle!
Prevenção ainda é o melhor remédio portanto previna-se !
Leia a seguir informações a respeito deste dia tão importante e desta doença que tem desafiado a ciência.
O governo federal através de seu Programa Nacional de DST(Doenças Sexualmente Transmissíveis)/AIDS tem um site dedicado somente a informações sobre AIDS muito interessante vale a pena conferir.
Veja o que o site diz a respeito:
Transformar o 1º de dezembro em Dia Mundial de Luta Contra a Aids foi uma decisão da Assembléia Mundial de Saúde, em outubro de 1987, com apoio da Organização das Nações Unidas (ONU).

A data serve para reforçar a solidariedade, a tolerância, a compaixão e a compreensão com as pessoas infectadas pelo HIV/aids. A escolha seguiu critérios próprios das Nações Unidas. No Brasil, a data passou a ser adotada, a partir de 1988, por uma portaria assinada pelo Ministro da Saúde.
Índice passou dos 7,5 casos por 100.000/hab em 1996 para 15,7 em 2006
A análise da série histórica da epidemia mostra que a taxa de incidência entre pessoas acima dos 50 anos dobrou entre 1996 e 2006. Passou dos 7,5 casos por 100 mil habitantes para 15,7. A maioria dos casos de aids, porém, ainda está na faixa etária de 25 a 49 anos.
Dos 47.437 casos de aids notificados desde o início da epidemia em pessoas acima dos 50 anos, 29.393 (62%) foram registrados de 2001 a junho de 2008. Desse último grupo, 37% são mulheres e 63%, homens.
Segundo Mariângela Simão, os preconceitos que cercam a vivência da sexualidade em pessoas acima dos 50 anos limitam e dificultam a abordagem sobre o HIV. “A aids sempre foi vista como uma doença de jovens e adultos, como se a população mais velha não fosse sexualmente ativa.


O símbolo da campanha contra AIDS tornou-se o laço vermelho.

ATENÇÃO: Viver com o portador de Aids é possível, ter preconceito do portador com Aids não é possível.

Um comentário:

  1. Oi, passei pra conhecer o blog, e desejar bom dia
    bjss

    aguardo sua visita :)

    ResponderExcluir

Feliz por sua visita! espero que tenha gostado e claro seja sempre bem vindo.
Fraterno abraço, desejando felicidades.